Médico com Covid-19 morre sem receber salários atrasados na Colômbia

Foto: Reprodução/Facebook Heandel Rentería Córdoba

O médico Heandel Rentería Córdoba morreu na quarta-feira (24) por complicações da Covid-19 em Chocó, na Colômbia, com os salários atrasados desde o ano passado.

O Colégio Médico de Bogotá informou que médico de 40 anos, que trabalhava no Hospital São Francisco de Assis de Quibdó, não recebia seu salário desde setembro de 2019.

Em um post no Twitter feito no início de abril, o médico dizia que os funcionários do hospital estavam na época sem salário havia cinco meses.

“Pessoal de saúde do hospital São Francisco de Assis está enfrentando a situação, mas vivendo uma viacrucis total sem auxílio estatal e sem salário por 5 meses. Vivemos em um país injusto e cruel, somado a dirigentes incapazes”, escreveu no Twitter.

O site da revista Semana.com reproduziu uma mensagem da mulher do médico no Facebook:

“Hoje eu despedi um grande ser, super pai, super herói, o melhor médico que Chocó teve. Hoje digo adeus a metade do sorriso do meu filho, ao pai do meu pequeno gigante. Heandel, essa não era a ideia de deixar Joe sozinho. Nosso filho tem apenas oito anos e ainda precisa muito de você”, desabafou.

O Ministério da Saúde da Colômbia informou, ainda segundo o site, que 19 médicos e profissionais de saúde morreram vítimas da Covid-19. Mais de 1,8 mil foram infectados, sendo que a maioria durante o trabalho.

Por: G1