Governador do AM segue em isolamento após contrair Covid-19

Fotos: Divulgação/Secom

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), segue cumprindo isolamento domiciliar após testar positivo para a Covid-19. Nas redes sociais, nesta terça-feira (18), ele relatou que apresenta sintomas leves da doença, como dores no corpo, e continua sem precisar de internação.

Lima testou positivo para o novo coronavírus na quinta-feira (13), quando passou a realizar reuniões de trabalho por videoconferência. Ele foi o 12º governador do País a contrair o vírus, que já infectou mais de 112 mil pessoas no Amazonas, até segunda-feira (17).

“Ainda tenho algumas dores pelo corpo, aquela sensação de gripe, mas não tenho febre, não tenho falta de ar. Fiz recentemente uma tomografia que indicou 10% de comprometimento do pulmão, o que, de acordo com os médicos, não é nada grave. A saturação do oxigênio é de algo em torno de 97%, 98%, o que, de acordo com os especialistas, é muito bom”, disse.

Ainda na publicação, Wilson Lima também informou que a primeira-dama, Taiana Lima, testou negativo para a Covid-19. “A minha bebê também está bem, então está todo mundo bem por aqui. Eu quero agradecer as mensagens de apoio, de carinho, as orações, estou aqui me recuperando e logo, logo estarei de volta com a minha agenda”, afirmou.

No dia 18 de março, o governador já havia feito um teste para saber se tinha contraído a Covid-19. Na ocasião, a decisão foi tomada após Lima ter se encontrado com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre que, na época, tinha testado positivo para a doença.

No dia 29 de junho, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, também testou positivo para a Covid-19. Uma semana depois do diagnóstico, ele e a primeira-dama do município, Elizabeth Valeiko, foram transferidos para o Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, para dar continuidade ao tratamento, e retornaram para a capital amazonense no dia 29 de julho.