Prof. Moacir Maia: A história do primeiro morador do bairro da Colônia em BC

Imagem: Facebook Moacir Maia

Antes do surgimento da Colônia, já existia o seu primeiro morador nas margens do igarapé de Esperança, chamado Miguel Patrício da Costa, que chegou do Peru em 1928. Procurou um local para suas plantações e criação de animais. Escolheu as margens do igarapé de Esperança e disse: “Este é o local ideal e mais bonito para plantar e criar porque aqui tem água!”. Preparou o terreno e construiu sua casa e se casou em 20 de janeiro de 193l, com a dona Firmina Machado da Costa, neta adotiva da índia Cambeba Rosa Ferreira de Souza.

Em 1931, chegaram os engenheiros João Alfredo e Isaque Amorim que abriram a  estrada 7 de Setembro, hoje 1º de Maio e lotearam as margens da estrada para a formação de uma colônia agrícola.

Os agricultores plantaram café e castanha, com mudas vindas de Belém do Pará, o produto que mais se destacou foi o café que era exportado para Manaus. Um dos maiores produtores foi o paraibano José Fernandes da Silva, popularmente conhecido como “Zé Patrão”.
Em 1957, na administração do prefeito Antonio de Souza Braga, houve a implantação do Fomento Agrícola, que deu destaque ao cultivo de arroz, que foi muitas vezes exportado para Manaus.

O padroeiro do bairro é São Benedito, que é comemorado no dia 05 de outubro, mas devido coincidir com os festejos de São Francisco de Assis, os moradores do bairro da Colônia escolhem outro período melhor, para realizarem os festejos.

Por: Facebook Prof. Moacir Maia