INDÍGENAS DO ALTO SOLIMÕES RECEBEM AJUDA HUMANITÁRIA DA FEI

Imagens: Divulgação/FEI.

O Governo do Amazonas, por meio da Fundação Estadual do Índio (FEI), continua com ações humanitárias junto aos povos indígenas da capital e do interior. Nas últimas semanas foram entregues 1.718 cestas básicas às comunidades indígenas localizadas nos municípios do Alto Solimões (Benjamin Constant, São Paulo de Olivença, Santo Antônio do Içá e Fonte Boa), no Sudoeste do Amazonas.

Segundo Francisco Weslley, diretor-presidente, em exercício da FEI, a ajuda humanitária do governo estadual tem chegado aos locais mais longínquos do interior. “Isso demonstra o compromisso do governo com os povos indígenas, levando ajuda aos locais mais distantes e de forma preventiva, evitando que esses povos se desloquem até as sedes dos municípios e sejam contaminados pela Covid-19”, afirmou.

A FEI tem trabalhado para atender todas as solicitações das comunidades indígenas mais distantes durante esse período de pandemia, com distribuição de cestas básicas e material de higiene.

Etnias beneficiadas

Etnias como Kokama, Munduruku, Mura, Tikuna, entre outras, já foram beneficiadas com ajuda humanitária.

Para o presidente da Federação das Organizações e dos Caciques e Comunidades Indígenas da Tribo TiKuna do Alto Rio Solimões (FOCCITT), Francisco Guedes, essa é a única maneira de conter os indígenas em suas aldeias.

“Por conta do avançar do novo coronavírus, essa ação é a única maneira dos parentes continuarem seguindo as orientações de isolamento social para que o contágio não avance sobre as aldeias e, em nome de todos os parentes, quero agradecer por essa ação que vem para ajudar as necessidades das nossas 55 comunidades de São Paulo de Olivença”, declarou.

“Quero agradecer o governo do Amazonas por meio da FEI, por disponibilizar 400 cestas básicas da ajuda humanitária e que irá ajudar duas mil famílias do povo Kokama de Fonte Boa”, agradeceu Rosinete Maricaua da Organização dos Povos Indígenas de Fonte Boa (OPI-FB).

Por: Divulgação/FEI.